A Culpa é das Estrelas – John Green

a_culpa_e_das_estrelas_FRENTEAutor: John Green
Ano: 2012 / Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Intrínseca

Sinopse:

A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer – a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.

Gente, eu já sabia como ia ser o final, já vi várias pessoas comentando em grupos, mais mesmo assim, o livro me fez chorar, agora quero assistir o filme e ver se é tão bom quanto o livro.

Gostei muito do livro.

O livro conta a história de Hanzel Grace, ela tem câncer na tireoide (O câncer de tireoide é um câncer que começa na glândula tireoide. A maior parte dos tumores são benignos, mas outros são malignos, o que significa que podem se propagar para os tecidos adjacentes e outras partes do corpo.) e August Walter ou simplesmente Gus que tem osteosarcoma (Conhecido também como Sarcoma Osteogênico, osteosarcoma é o tumor ósseo maligno primário mais comum em crianças e adolescentes, com pico de incidência entre a segunda e terceira décadas de vida. Os locais mais frequentes em que esse tipo de câncer afeta são o fêmur distal, área do joelho (tíbia proximal) e o ombro (úmero proximal). Meninos e meninas têm uma incidência similar desse tumor até o final da adolescência, época em que o sexo masculino começa a predominar no diagnóstico da doença. A causa específica do osteossarcoma ainda não é conhecido e há evidências que o esta doença pode ocorrer em famílias.) e por causa do câncer teve que amputar metade da perna, para não se espalhar.

Os dois se conhecem num grupo de apoio a crianças e jovens com câncer. A partir daí eles passam a ter uma amizade linda, que depois, essa amizade floresce num amor doce, melancólico e muito bonito.
A Hanzel é como nos, apaixonada por livros, especialmente um: “Uma Aflição Imperial” que é um livro ficticio. Nesse livro a personagem principal morre, praticamente no final e não tem uma continuação, o autor não fala o que aconteceu com os outros personagens. A Hanzel queria muito saber, até mandou várias cartas para o autor e ele nunca respondeu.

“Enquanto a maré banhava a areia da praia, o Homem das Tulipas Holandês contemplava o oceano.
— Juntadora treplicadora envenenadora ocultara reveladora. Repare nela, subindo, levando tudo consigo
— O que é? — Anna perguntou.
— A água — respondeu o holandês. — Bem, e a horas.
— PETER VAN HOUTEN, Uma Aflição Imperial.”

Então o Gus, que leu o livro, depois que a Hanzel falou dele, decide gastar seu desejo (A Make-A-Wish Foundation® já concedeu mais de 200.000 desejos ao redor do mundo desde 1980. Após o início da Fundação nos Estados Unidos, o interesse em proporcionar desejos a crianças especiais se espalhou rapidamente em outros países) com a Hanzel, uma viagem a Holanda, aonde vive o autor de “Uma Aflição Imperial”.

Então lá vão eles: Hanzel, sua mãe e Gus.

Chegando lá, eles tem um jantar super romântico. No outro dia eles vão o autor que se revela um grande babaca, que não que falar o destinos dos personagem e é super grosso. Hanzel e Gus saem de lá super chateados, mais ainda decide, aproveitar a viagem.

“A dor é com um tecido. Quanto mais forte mais valiosa.”

Quando eles retornam aos EUA, Hanzel descobre que o câncer do Gus voltou a atacar e ele esta super mal. Mais ela fica com ele, até nos piores momentos, assim vai até no final derradeiro.
Um livro lindo, que fará você se emocionar, chorar, gargalhar, enfim ter uma infinidade de emoções. Meu primeiro livro do John Green (pasmem), agora quero ler os outro livros dele que tenho aqui em casa: Cidades de Papel e Deixe a Neve Cair.
É isso aí, espero que vocês tenham gostado e até a próxima.
Bjokas

Anúncios

3 comentários em “A Culpa é das Estrelas – John Green

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s