Tampa – Alissa Nutting

TAMPA_1411998144BAutora: Alissa Nutting
Ano: 2014 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Rocco

Sinopse: Eleito o livro mais polêmico do último verão pelo jornal britânico The Guardian, Tampa, romance de estreia da norte-americana Alissa Nutting, narra a atração doentia de uma jovem professora, casada e bonita, por seus alunos, e o tórrido caso de amor que viveu com um deles, de apenas 14 anos. Baseado em um caso real, o livro surpreende ao descrever uma protagonista ao mesmo tempo delicada e espirituosa, com uma intensidade de psicopata quando se trata de suas obsessões sexuais, numa trama com altas doses de erotismo e pitadas de humor negro. 

Oi, hoje vou falar de um livro que deu o que falar quando foi lançado, ele se chama Tampa, escrito pela americana Alissa Nutting.

Um livro super polêmico, que aborda o abuso de menores, só que cometido por mulheres, o que é muito raro de ser ver, mais acontece também.

Só que, o que choca nesse livro não é isso, só fosse só um relato, tudo bem, só que é um livro erótico, nas partes onde acontece o envolvimento da personagem com seu jovem “caso” os relatos do que acontece, são iguais a livros hots.

Isso que me deixou meio assim com o livro, sem saber quase o que falar, mais vamos lá.

Quando eu peguei ele para ler, achei que fosse igual aos livros “Na Ilha” e “A Educação de Sebastian” (maravilhoso livro) que abordam o romance entre mulheres mais velhas, com caras mais novos, mais nesse o garotos, tem em média 17, 18 anos.

Em Tampa a gente conhece Celeste uma jovem professora, casada com um policial, Ford, bonita, carismática, mais tudo isso esconde a verdadeira face dela: ela sente desejo e atração por jovens, em média de 14 anos.

“Acho hilário as pessoas pensarem que Ford e eu somos o casal perfeito, julgando apenas nossa aparência”

Ela começa a lecionar num escola nova, onde pretende achar sua nova “paixão”, para isso ela analisa, pesquisa e especula os garotos da faixa etária que ela gosta.

“Só que eu conseguia pensar era nos meninos…”

Ela escolhe Jack, um garoto meio sem jeito, bem adolescente mesmo. A partir daí, ela começa a se insinuar para ele, bem sutilmente, para ver ser ele seria capaz de contar alguma coisa para alguém, ela chega até espiar com binóculos, ele dentro de casa.

Ninguém nunca iria desconfiar que uma jovem mulher, linda, de situação financeira estável e casada com um policial, poderia cometer atos tão terríveis.

“… ver 8 viaturas estacionadas na sua casa, fazia que eu sentisse vertigem… meu primeiro pensamento foi, que tinhas descoberto o históricos de buscas na internet…”

Celeste chega até um caso com o pai de Jack, para poder ter mais acesso a ele, sem que os vizinhos desconfiei.

Ela leva essa vida, até que não consegue mais controlar sua mentiras e elas explodem bem na sua cara. Não posso falar muito sem dar spoiler, mais o final não é o que imaginamos ou sim, dependendo da pessoa, mais é realidade do mundo, os maus quase nunca são punidos como deveriam, sempre ficam para fazer mais vítimas.

No geral é um bom livro, a escrita é super boa, o que não gostei mesmo é a parte do hot (amo livros eróticos), mais nessa situação acho que não rola.

Então é isso, espero que tenha gostando da minha resenha-comentário, to aprendendo ainda, hehe

Até a próxima e bjokas.

fra

Anúncios

2 comentários em “Tampa – Alissa Nutting

  1. Não tinha ouvido falar dessa autora, nem dos outros livros mencionados. Bom conhecer coisas novas. Ando lendo mais clássicos. Mas quando você fala: “Isso que me deixou meio assim com o livro, sem saber quase o que falar, mais vamos lá.” acontece exatamente o mesmo comigo, não consigo falar nada sobre livros assim. Li esses tempos O COMPLEXO DE PORTNOY, Philip Roth. E não saberia como começar uma resenha sobre esse livro sem falar bobagem. hehe. Li algo parecido com isso, no entanto, uma leitura creio que mais mórbida em A Pianista, de Elfriede Jelinek. Mas ali tem muito mais loucura que erotismo. Professora de Piano que mesmo já bem velha mora com a mãe e acaba se envolvendo com um de seus alunos. Acho que você já ouviu falar, saiu filme também. Aliás fiquei aterrorizado com esse livro. Não chego nem perto mais, do livro e da autora. Muita doideira. Quase um Cisne Negro, um tanto mais complexo e psicótico. Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s