Título Original: The Boy

Estreia: 18 de fevereiro de 2016

Direção: William Brent Bell

Produtora: LakeShore Entertainment

Duração: 98 minutos

Gênero: Suspense, Terror.

Classificação: 14 anos

“Greta (Lauren Cohan) é uma jovem americana que aceita um trabalho como babá em uma pequena vila inglesa. Porém, o garoto de 8 anos de quem ela tem que cuidar é, na verdade, um boneco de quem o casal cuida como se fosse um menino de verdade, como uma forma de lidarem com a morte do filho, ocorrida 20 anos antes. Após violar uma lista de regras do garoto, uma série de eventos inexplicáveis transformam a vida dela em um pesadelo.”

Com um ambiente sombrio, distante da cidade e sozinha, Greta encontra uma forma de esquecer seu passado e começar uma vida nova. Após descobrir que, na verdade, cuidaria de um boneco e não de uma criança, ela decide ignorar a existência dele e passa a viver na casa sem nenhuma obrigação.

Com o passar do tempo, ela percebe que o espírito de Brahms, o menino que morreu num incêndio, está na casa e se comunica através do boneco. Durante os acontecimentos inexplicáveis, como o boneco mudando de cômodo, andando pela casa, tirando coisas do lugar, vemos uma Greta muito assustada. Mas isso muda em questão de segundos e ela passa a achar aquilo tudo mágico. Assim, Greta começa a cuida-lo da forma que os pais do menino, Sr e Sra Heelshire, faziam, seguindo as regras propostas. Como se não bastasse aparentemente achar tudo normal, ela chama Malcolm, o entregador da casa, para ver como o boneco tem vida própria e todos ficam maravilhados com aquilo, como se fosse um milagre.

Malcolm revela que o menino pode ser um possível culpado do assassinato de Emily, uma menina que brincava com Brahms e fica por isso mesmo. Ninguém se preocupa em descobrir a verdade sobre Brahms, Emily, o Sr e Sra Heelshire. Ninguém se assusta, ninguém tem medo.

O filme se desenrola sozinho, os protagonistas são meros enfeites e não buscam respostas para nenhuma das muitas perguntas que eles têm e que nós temos durante o filme. A atuação da Lauren Cohan, como eu já esperava, foi péssima. Podemos ver isso nos primeiros minutos de filme em uma tentativa fracassada de espanto.

Já fazia um bom tempo que queria assistir esse filme, principalmente pelo trailer que me chamou a atenção, parecendo ser um filme com um roteiro não tão previsível como a maioria dos filmes de terror lançados nos últimos tempos. Posso dizer que nesse quesito o filme cumpriu minha expectativa mas nem por isso deixo de dizer que não recomendo.

assinatura

 

 

Anúncios

8 comentários em “O Boneco do Mal

  1. Realmente o roteiro foge um pouco do tradicional, uma pena ue o filme não tenha ficado bom. Achei propostas de um casal tratando um boneco possuído como filho( contratando até babá) tão interessante.

    Curtir

  2. Quando vi o comecinho da resenha achei que vinha uma boa recomendação, gosto dessas histórias que envolvem bonecos macabros e até cheguei a começar uma história assim, mas infelizmente perdi. 😦
    Pena que este filme acabou sendo frustrante em termos de desenvolvimento de personagens e atuações, né?
    Bjs

    Curtir

  3. Quando li sobre ser um boneco, com um espírito já pensei Anabele, já tinha lido outra resenha desse filme, e também não gostaram. Com toda a certeza esse filme é uma porcaria e não irei ver.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s