CAPA COM LOGO (2)Adelphos: A Revelação
Adelphos #1
Autora: M. Pattal
Ano: 2016 / Páginas: 370
Idioma: Português
Editora: PenDragon

Sinopse:  Enzo, Mila e Dan são três adolescentes com deficiência que acreditam ser possível competir em iguais condições com os demais atletas olímpicos. Enzo é surdo e treina na modalidade tiro com arco. Mila tem glaucoma de nascença e treina na ginástica artística, enquanto Dan usa uma prótese na perna esquerda para treinar no atletismo. De uma forma inesperada, após o contato com uma luz misteriosa, eles são transportados para um mundo fantástico chamado Oykos, parcialmente dominado pelo Dragão Ponéros. Enquanto tentam encontrar as respostas e o caminho de volta para casa, eles precisarão enfrentar os perigos que surgem durante a jornada. Seres das trevas, chamados Éktros tentarão impedi-los de chegarem ao único local capaz de fornecer as respostas que precisam: a Terra de Adelphia.

Resenha: Recebemos este livro gratuitamente em parceria com o autor, e é um dos livros que eu mais tava ansiosa para ler este mês ❤

Logo no início do livro, percebi uma FORTE influência de Guerra dos Tronos (George R. R. Martin), cada parte do Reino de Oykos tem uma bandeira estilo das casas de GOT, além de termos múltiplos pontos de vista, temos vários núcleos espalhados pelo mapa de Oykos.

Além disso, achei a premissa interessante, no início do livro também foi lindo ver pessoas com deficiência conseguirem fazer tanta coisa que a maioria das pessoas não acha possível. Uma coisa que sempre me disseram é que o limite está na nossas mentes e está mesmo, devemos deixar as pessoas com deficiência estabelecerem seus próprios limites e irem de acordo com o que acham possível fazerem, assim como qualquer outra pessoa!

A Mila, 13 anos, que era para ser a mais nova parece ser mais sensata e inteligente que todos os outros meninos. E, não sei, acho que isso acaba reforçando um estereótipo de que meninas amadurecem mais cedo e que não ligam tanto para garotos, e é meio desnecessário… Mas fora isso, ela é maravilhosa! Tem momentos em que ela salva o garoto e mostra toda uma habilidade de luta inacreditável e faz uns passos de ginasta e foi olha ❤ ❤

No núcleo do Enzo, 14 anos, achei as coisas legais, ele também conhece uma pessoa pra ajudar ele a chegar em Adelphia, e essa pessoa também é do sexo oposto, a Synk, e ela é super fofa e inteligente e apaixonada pelo que acredita e tal. Acho que quando vemos o núcleo do Enzo tem um lado místico muito mais forte que nos outros, e acho que foi interessante acompanhar essa parte também. De novo, temos um par romântico, mas desta vez é bem mais sutil e por isso achei melhor desenvolvido, não foi algo como o Dan tipo “amor à primeira vista, preciso impressioná-la” etc, foi algo mais gradual e discreto.

Pois é, o núcleo do Dan, 15 anos, foi o que eu menos gostei, achei o personagem tosco, chato e infantil demais! Ele era para ser o mais velho, mas é o que mais tem assim comportamentos de criança e até diálogos mesmo, em momentos ele quase se equipara com a criança que tá acompanhando ele, o Nikos, que tem 13 anos, então…

Do núcleo do Dan, a Nerina tem uma personalidade muito legal, logo quando aparece ela fala mesmo que ele está sendo um esquisitão e completamente esnoba ele e tal. Ela parece bem bad-ass e maneira até que encontra um ex namorado idiota e deixa o Dan tomar a frente para defendê-la… Super ela poderia ter cuidado disso sozinha!

De um modo geral, meu núcleo preferido foi o da Mila, apesar de eu achar que ela poderia ser mais velha, já que ela age como tal mesmo. Basicamente só não gostei do Dan, mas adorei a Nerina e do Nikos, irmão dela, são fofos.

mpattal

Amei o plano de fundo e toda a mitologia da história, achei super criativo e intrigante, e os vários pontos de vista da história foram bem colocados para a gente ver até um pouco do que os vilões estão tramando!

Acho que como esse é um livro mais voltado para o público infanto-juvenil, tudo é bem explicado em MUITOS detalhes, talvez para os leitores mais velhos tenha até detalhes demais e explicação demais. Nesse livro tem muita contagem de história e discussões abordadas quase exclusivamente por meio de diálogos, o que pode ser cansativo para o leitor que gosta de ver mais as situações acontecerem.

13416988_1756154441334331_3142135538734146043_o

Acho que esse foi um ponto difícil porque até os conflitos internos deles são falados por meio de diálogos como se fosse uma conversa casual e não algo que realmente infligisse a eles e os fizesse sofrer. Faltou a gente VER o sofrimento e angústia dos personagens!

Ao todo, o livro é OK. Tem esses problemas que falei, mas é divertido e interessante, tendo em mente de que é um livro infanto-juvenil.

Recomendo para fãs do escritor Garth Nix, para quem gostou de Eragon (Christopher Paolini) e As Crônicas de Narnia (C. S. Lewis).

lidia-assinatura

Anúncios

6 comentários em “Adelphos: A Revelação – M. Pattal

  1. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas faz um tempo que não leio nada desse gênero e lendo essa resenha voltei a ficar interessada, uma das coisas que gosto e esse mundo fantástico que os autores criam e gostei muito de temos uma mocinha forte e determinada nesse livro !!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s