MAGONIA_1468000059595210SK1468000059BMagônia
Magônia #1
Autora: Maria Dahvana Headley
Ano: 2016 / Páginas: 308
Idioma: Português
Editora: Galera Record

Sinopse: Uma fantasia original com ótimos personagens, complexidade emocional e um universo fantástico. Aza Ray nasceu com uma estranha doença incurável que faz com que o ato de respirar se torne mais difícil. Aos médicos só resta prescrever medicamentos fortes na esperança de mantê-la viva. Quando Aza vê um misterioso navio no céu, sua família acredita que são alucinações provocadas pelos efeitos do medicamento. Mas ela sabe que não está vendo coisas, escutou alguém chamar seu nome lá de cima, nas nuvens, onde existe uma terra mágica de navios voadores e onde Aza não é mais a frágil garota enferma. Em ”Magônia”, ela não só pode respirar como cantar. Suas canções têm poderes transformadores e, através delas, Aza pode mudar o mundo abaixo das nuvens. Em uma brilhante e sensível estreia no gênero young adult, Maria Dahvana Headley constrói uma fantasia rica em nuances e cheia de simbolismo.

Resenha: YOU LOOK LIKE NO ONE ON EARTH ❤

Eu li esse livro em ebook e inglês, porque eu já tinha comprado faz MUITO tempo numa promoção da Amazon e ele é muito especial ❤

A ideia do livro é fantástica! Eu ADORO livros de piratas, sempre foi meu sonho e a minha maior dificuldade encontrar livros que sejam de piratas e que sejam bons e interessantes e esse livro consegue trazer tanto elementos de pirata, com navios, tripulação e hierarquia, quanto de aliens (um pouco), com um elemento de que eles são uma espécie diferente e nova que não existe na terra.

Aza é uma adolescente que nasceu com uma doença respiratória grave, os pulmões dela não funcionam direito e até o coração dela é localizado em um local diferente das outras pessoas. Um dia ela vê um navio no céu e uma voz chamando por ela, como ela toma muitos remédios para conseguir respirar, quando ela fala que viu e ouviu tudo isso, as pessoas acham que ela estava alucinando. Até que nesse mesmo dia, ela tem uma crise grave e desmaia na ambulância à caminho do hospital. Quando ela acorda, está cercada de pessoas com penas, parecidas com pássaros, e descobre que na verdade foi raptada e levada aos céus, de onde ela descobre que sempre foi, ela faz parte desse povo-pássaro, os Magônianos, que habitam navios no céu.

Hybride combo

O conflito político de Magônia ainda foi pouco explorado, sabemos pouco detalhes do que é realmente o conflito desse povo que habita nas nuvens, mas pelo que sabemos existe um grupo que é contra Magônianos precisarem buscar plantas dos humanos para sobreviver, enquanto tem outros que querem que as coisas continuem como estão, com eles descendo à terra para pegar coisa e depois distribuir para seu povo. Só que existem vários navios sendo mortos devido à falta de alimentos, então toda essa comida que a Magônia distribui entre si não está sendo o suficiente.

A narrativa do livro é belíssima, cheia de poesia e frases bem construídas. A forma como os personagens principais se comunicam é linda, porque parece que cada palavra tem um significado e como se tivessem palavras que não são palavras e sim significados ❤ ❤

Eu [ ] você mais do que [[[
Eu {  } você mais do que [[[(((((   )))))]]]

Os personagens são bons, a Aza é maravilhosa, apesar de ficar de negocinho pra cima de gente que não deveria, né, miga. Mas a gente entende o mundo é um lugar confuso e complexo, ainda mais quando as pessoas que você sempre amou acham que você está morta. Não deve ser fácil isso.

O par romântico dela que a gente ama é o Jason! Ele tem um melhores capítulos que já li na minha vida, o capítulo dele é cheio de emoção, amor, sinceridade e palavras não ditas mas com muitos significados ❤ ❤

O povo-pássaro também tem personagens muito interessantes. O Dai é um Magoniano que meio que foi treinado para ser o parceiro de cantoria da Aza, é com ele que a Aza tem uma atraçãozinha leve, porque afinal o povo magoniano são meio-pássaros e eles vivem constantemente sem camisa. O povo magoniano também tem uma habilidade de mover a natureza com o canto de pássaro deles e Dai acaba com a função de ensinar a Aza a controlar esse poder dela.

Ao todo, é um ótimo livro. Tem alguns pontos que eu gostaria que fossem melhores explorados como toda essa política envolvendo o povo magoniano, mas como é o primeiro livro de uma série, acho que esses pontos que ficaram em aberto serão explicados melhor nos próximos livros. Como eu já disse, a narrativa é apaixonante e os personagens são legais, mas realmente só me envolvi mesmo com a Aza, o Jason e o Dai, que provavelmente será o triângulo amoroso.

Recomendo para quem gostou de As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender (Leslye Walton), A Herdeira (Tatiane Durães) e Dorothy Deve Morrer (Danielle Paige).

lidia-assinatura

Anúncios

9 comentários em “Magônia – Maria Dahvana Headley

  1. Olá!
    Estou a apaixonada por essa capa e pela premissa desse livro. Me conquistou desde a primeira vez que vi a divulgação. Quero muito! E lendo sua ótima resenha, fiquei mais ansiosa ainda. Estou muito curiosa para saber mais dos personagens e enredo. Grande expectativa. Parabéns pela resenha. Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s